Com um nível de desemprego oscilante, o Brasil tenta deixar para trás os vestígios de uma grande crise econômica. Por esse motivo, muitas pessoas acabam usando  a arte como forma de sobrevivência, seja dançando, cantando, recitando poesias, atuando, fazendo acrobacias ou vendendo arte nas ruas, semáforos, ônibus e metrôs.

Produzida com parceria da FLAP Live Marketing, empresa que ajuda a promover eventos como este, a pista de patinação está na Capital desde o dia 7 de setembro. Com 285 metros quadros essa aventura encontra-se a disposição para todo público no Taguatinga Shopping, funciona de segunda a sexta, finais de semana e feriados.

Fotografias que trazem ao público a sensação de estar dentro de um palco dançando balé, a exposição fotográfica Balance – Fotografias de Alinne Volpato para a Escola do Teatro Bolshoi no Brasil ficou em exposição na galeria Vitrine. Ela contou com 35 fotos que exploravam os movimentos do balé usando muitas cores e técnicas fotográficas com a intenção de trazer à tona os sentimentos causados pela dança.

Criado a partir de uma pesquisa feita em 2007, de vulnerabilidade e violência nas favelas do DF, realizada pelo Instituto Caixa Seguradora em parceria com a Central Única das Favelas (CUFA) e outras entidades culturais, resultou no desenvolvimento do projeto Jovem de Expressão. A ideia do programa é diminuir a violência, e incentivar o potencial da juventude por meio de atividades culturais. Podem participar pessoas entre 18 e 29 anos.

Os instrutores Adriel Torres e Nai Darlen trouxeram para a capital, a Special Class, uma aula de dança preparada para os seguidores do canal, com o objetivo de levar alegria e ter uma troca de energia com os inscritos. O evento que reuniu cerca de 60 pessoas, aconteceu no dia 24 de maio na Academia Estação Saúde em Ceilândia – DF.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑