Cresce o número de usuários de Documentos virtuais de identificação

Aplicativos que substituem identidade física contabilizam mais de 10 milhões de downloads

ghjmn

 

Por Gabriel Ellan Lobato, Natália Mota e Thaís Santos

O brasiliense tem aderido cada vez mais a aplicativos que substituem os documentos físicos. De acordo com dados da Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal (SSP/DF), nos últimos meses o crescimento de usuários que baixam esses programas nos celulares foi alto. A facilidade em ter na palma da mão e a qualquer momento os documentos de identificação está entre as principais facilidades dessa tecnologia.

O e-Título foi o primeiro programa criado com o propósito de substituir o documento de papel. Desenvolvido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em 2018, o intuito principal da iniciativa é reduzir os custos da Justiça Eleitoral com a emissão de segundas vias de títulos extraviados.

Após o lançamento do e-Título surgiram outros programas com a mesma finalidade: Carteira Nacional de Habilitação – CNH Digital, desenvolvido pelo Serviço de Processamento de Dados (Serpro) para o Departamento Nacional de Trânsito (Detran) e e-Identidade lançado pela Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF). Até o momento, esses aplicativos contabilizam cerca de 15 milhões de downloads na Google Play.

sd

Izabel Cristina Silva, de 42 anos, conta que os aplicativos são práticos, acessíveis e disponibilizam todas as informações no início do acesso. “Para mim, que tenho dificuldades às vezes, foi fácil demais”, comemorou Izabel.

 

 

No caso do e-Identidade, os dados coletados são armazenados pela Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF). Para manter a privacidade do usuário, foi elaborada uma política de privacidade que explica quais informações são coletadas e como são armazenadas e utilizadas.

 

Mais sobre os apps

e-Título: Disponibiliza o acesso ao título de eleitor e às informações como a zona eleitoral, situação cadastral, além da certidão de quitação eleitoral e da certidão de crimes eleitorais. Caso o usuário não possua o cadastro biométrico, é preciso apresentar outro documento com foto quando for utilizá-lo. O aplicativo está disponível para Android e iOS.

CNH Digital: As vantagens da ferramenta são a praticidade e a segurança. Para ter a carteira de habilitação digital, o motorista deverá obrigatoriamente possuir uma habilitação impressa com o QR Code, além de estar com os dados devidamente atualizados no sistema do Detran. A CNH Digital está disponível para download no Android e iOS.

e-Identidade: Lançado em junho de 2019, a ferramenta traz a possibilidade de acessar o RG por meio dos dispositivos móveis. No momento, o aplicativo está disponível apenas para o sistema Android e, segundo a Divisão de Comunicação da Polícia Civil do Distrito Federal – DIVICOM/PCDF, não há prazo para disponibilizá-lo no sistema iOS.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s