Benefícios do esporte para o desempenho acadêmico

A prática esportiva em maior amplitude, não sendo apenas um exercício físico, mas também uma ferramenta para o aprendizado.

Foto_Matéria_Reserva
Jovens do Distrito Federal usam tempo livre para praticar futebol. (Foto: Marcos Rodrigues)

Por Guilherme Nascimento e Marcos Adriano

Com a intensa vida cotidiana de muitos estudantes, a prática do esporte pode colaborar para um melhor desempenho na vida acadêmica de alunos que possuem dificuldades em se concentrar e aprender os conteúdos aplicados.

Além de colaborar para melhorar o estado físico do indivíduo, os exercícios também auxiliam no desenvolvimento de técnicas e habilidades psicológicas que podem ser fundamentais para o aprendizado e a formação social dos alunos, independente da faixa etária.

De acordo com dados levantados pelo IBGE e disponibilizados pela Secretaria Especial do Esporte, 48% dos entrevistados que disseram praticar esportes começaram através da escola/universidade com orientação do professor. Essa mesma pesquisa também apontou que o futebol domina como primeira opção entre os brasileiros.

Confira as cinco primeiras modalidades abaixo:

Infográfico (Modalidades esportivas).png

O empreendedor, Fernando Rodrigues (27), relata que na época do ensino fundamental e médio, a prática de um esporte, futebol, ajudou no processo de concentração nos estudos – “O futebol alavancou meu aprendizado, porque no time que eu jogava era obrigado ter boas notas. ” – O jovem também disse que para se manter na equipe de futebol a única exigência era ter boas notas. – “Eu estudava na Escola Municipal João de Farias em Osasco (SP) e as notas não podiam ser ruins, caso eu reprovasse, seria cortado do time, então tínhamos que estudar e, isso me ajudou, me incentivou a manter um bom desempenho, tanto nos treinos como na minha vida acadêmica. ”

Como se desenvolve

Dentro desse cenário, a capacidade de quem passa a se exercitar habitualmente é viabilizada para a amplificação de alguns processos coletivos. A socialização entre os estudantes tem a chance de ser melhorada e facilitada, tendo base as maneiras de cooperação que são geradas com essas atividades.

Dessa forma, o poder de conseguir trabalhar bem em equipe se torna algo determinante no desempenho acadêmico dos alunos e em uma potencial adequação ao mercado de trabalho. Os fatores que mais agregam para isso são: espírito de liderança, abertura para receber sugestões, dividir conhecimentos e trabalhar estrategicamente em um grupo.

Ademais, a responsabilidade e disciplina aprendida agregam nos métodos de aplicações pedagógicas, facilitando o ensino e aprendizagem no ambiente educacional. A pedagoga, Aline Nascimento, vê como positiva essa união do esporte com os estudos.

“Nós podemos usar as atividades do esporte para praticar o respeito e trabalho em equipe nos alunos. Acredito que é extremamente válido essa prática, pois é possível ver o resultado em sala. ”– Afirma a professora.

Com isso, os alunos que praticam esporte estão mais sujeitos a desenvolver a capacidade cognitiva de forma mais rápida. Suiane Silva, psicóloga e pós-graduanda em análise do comportamento, explica melhor como funciona:

Assim, pode-se concluir que o esporte é capaz de proporcionar muito mais que a saúde física para as pessoas, mas também é importante para que o bem-estar mental esteja em pleno funcionamento para melhor desempenho acadêmico e profissional.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s