Acessibilidade Digital em Libras

Ao observar os alunos do Centro Universitário Estácio de Brasília, a professora e mestra de Sistema da Informação, Josyane Lannes, se deparou com as seguintes perguntas: por que alunos surdos não procuram nossa instituição de ensino e por que os que procuram não terminam o curso? Esses questionamentos a impulsionaram em uma pesquisa de levantamento de dados, percebendo que as dificuldades desse aluno pode diminuir com pequenos detalhes.

Juntamente com seus dois alunos de mestrado, Ubiratã e Michael, iniciou o desenvolvimento de um aplicativo que passa a mesma informação escrita em português para Libras (Língua Brasileira de Sinais), com a ajuda de um aparelho smartphone. Segundo a professora, essa atitude pode deixar os alunos mais confortáveis. “Quando pensamos nas nossas dificuldades em aprender outra língua, como o inglês, nos deparamos com diversos obstáculos de compreensão. Isso também acontece com os surdos. Nosso projeto visa ajudar esses alunos que têm Libras como primeira língua, auxiliando na compreensão de textos informativos na instituição”, afirma Josyane.

Segundo a idealizadora do projeto, quanto maior a integração do aluno, melhor poderá lidar com o meio acadêmico. “Se ele se sente acolhido no nosso ambiente de ensino, ele consegue interagir com mais pessoas e se sentir incluso.” A ideia surgiu por uma inspiração na sua professora de mestrado da Pontifícia Universidade Católica – PUC de Porto Alegre-RS, que tinha os alunos surdos como foco no doutorado que estava fazendo na época.

O projeto

O desenvolvimento do aplicativo está no início e apenas em versão beta, disponível unicamente para os dois estudantes e mentora. A proposta é que o aplicativo leia um QR Code (código de barras bidimensional que pode ser escaneado usando câmeras de smartphones), que redirecionará à uma URL, onde a informação se dará em Libras. Ainda não há confirmação de como essa informação será transmitida, se por meio de um avatar 3D ou filmagem de algum intérprete.

Alunos da Escola Bilíngue Libras e Português Escrito

O projeto, iniciado em agosto de 2018 e previsto para apresentação na Mostra de Tecnologia em junho de 2019, é para atrair estudantes surdos para o Centro Universitário Estácio de Brasília, e pode ser adaptado a diversas instituições de ensino. “O futuro aluno, que pretende estudar conosco, vai conseguir ao menos transitar internamente, já que para as aulas precisará de intérprete”, ressaltou a professora.

 Dados

Hoje existem 9,7 milhões de brasileiros surdos e/ou mudos, segundo o último censo do IBGE (2016). Essa minoria é discriminada principalmente na área da educação pela ausência de aulas de Libras e por existirem surdos que desconhecem a língua de sinais.

População total e de surdos no Distrito Federal.

Segundo o IBGE, as pessoas surdas representam 1,1% da população brasileira e os resultados são estatisticamente diferenciados por cor ou raça, sendo mais comum em pessoas brancas (1,4%), do que em negros (0,9%). Cerca de 0,9% dos brasileiros ficou surdo em decorrência de alguma doença ou acidente e 0,2% nasceu surdo. Do total de deficientes auditivos, 21% tem grau intenso ou muito intenso de limitações, que compromete atividades habituais.

Total de universitários no Distrito Federal

Legislação

De acordo com a Lei 10.436/2002, entende-se como Língua Brasileira de Sinais a forma de comunicação e expressão do sistema linguístico de natureza visual-motora, com estrutura gramatical própria. Constituem esse sistema a transmissão de ideias e fatos fomentado por comunidades de pessoas surdas do Brasil.

Saiba mais

 


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s