Agora seu título de eleitor pode ser acessado pelo celular

O aplicativo E-título é a grande novidade nessas eleições; além da economia, a garantia de maior comodidade para o cidadão

Por Caroline Costa, Fábio Vila Nova, Guilherme Belo e Larissa Lousrhania

Sandro modelo
Foto: Guilherme Belo

No próximo dia sete de outubro acontece o primeiro turno das eleições.  Este ano o E-título é a grande novidade tecnológica. O aplicativo lançado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em dezembro de 2017, leva todas as informações do título tradicional de papel para a tela dos smartphones e tablets. O App contém dados básicos como local de votação, zona e seção.  Além de informações do cadastramento biométrico e quitação eleitoral.

O título digital foi desenvolvido inicialmente pelo Tribunal Regional Eleitoral do Acre (TRE-AC). Como forma de avanço tecnológico, o TSE disponibilizou para todo o Brasil. O aplicativo tem um design que facilita a compreensão de seu funcionamento. E já está disponível e pode ser baixado em aparelhos celulares (Android e IOS) e tablets, pelo App Store ou pela Play Store.

O ministro Gilmar Mendes (ex presidente do TSE) fala que o E-título foi desenvolvido com o intuito de diminuir os gastos aos cofres públicos. Como por exemplo: a eliminação de impressões de segunda via, seja por danos ou extravios.

Gilmar Mendes afirma também que nesse processo há uma economia de tempo, o eleitor não precisa ir ao cartório, ou a outro local para emitir o documento, apenas baixar o aplicativo e inserir os dados, e assim terá o seu título em mãos. “Além de proporcionar uma grande comodidade ao eleitor, essa nova ferramenta representará uma economia relevante à Justiça Eleitoral, com a diminuição de custos com impressão de documentos em papel” afirmou.

Entenda

Foto: reprodução site  TSE

Caso o eleitor já tenha feito a leitura biométrica, ao se cadastrar no aplicativo logo aparecerá a sua foto; então no dia da eleição não é necessário levar um documento com foto, basta ter o seu aplicativo em mãos. Mas, caso o eleitor ainda não tenha feito essa leitura biométrica, ao se cadastrar não aparecerá a sua foto de identificação, então nessa situação além de apresentar o E-título, será necessário levar um documento com foto.

Segundo Renato Soares, chefe substituto da 19° Zona Eleitoral do Distrito Federal, todo cidadão apto a votar pode baixar o E-título. Ele ainda explica que, “na hora do eleitor votar é necessário abrir o aplicativo, não pode ser um print da tela do smartphone ou do tablet.” Renato Soares lembra que o E-título em anexo com o App Waze direciona o eleitor para o local de votação.

O uso não é obrigatório; ele serve como meio de facilitar o processo para o cidadão.

O Governo Federal lançou uma propaganda para mostrar como usar o aplicativo. Confira no vídeo abaixo.

 

Fonte: Vídeo reprodução site TSE.

Opiniões

Orlando Pontes, jornalista e editor do Jornal Brasília Capital, diz que o E-título é um avanço e vai facilitar a vida dos eleitores e dos mesários. Ouça:

Alex Leal, especialista em tecnologia, fala que o título digital é uma solução interessante do TSE. Ele acredita que daqui a alguns anos seja possível as pessoas votarem sem sair de casa usando tecnologia via mobile. Ouça:

“Povo Fala” – você já baixou o E-título?

 

literacy charity infographic-11645074371..jpg


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s